Dieta “Low Carb” – Mitos e Verdades.

Tema recorrente em nossas consultas no consultório de nutrologia, preparamos um texto para esclarecer as principais dúvidas sobre a tão falada e comentada Dieta “Low Carb”.

Vamos começar desmistificando o termo “low carb”. Do inglês: Low (pouco) Carb (carboidrato).

Sempre que usamos esse “low”, passamos a idéia de que estamos comendo uma quantidade de carboidratos abaixo do recomendável. Isso não é verdade!

O que aconteceu nos últimos 50 ou 60 anos, foi uma indesejada mudança de hábitos e costumes, mediada por fatores socioeconômicos, que levou a uma hiper ingesta progressiva de açúcares na dieta normal do indivíduo ocidental. Portanto, quando se fala em “low” carb, está se falando em uma dieta com a quantidade ideal de carboidratos que o organismo necessita para suas funções. Quando comparamos com a quantidade tida hoje como “normal”, ela acaba tornando-se “low”… entenderam?

Os carboidratos são importantíssimos para o organismo. Basta que sua ingesta seja feita com qualidade, quantidade e periodicidade adequadas. A quantidade ideal de carboidratos vai variar muito de indivíduo para indivíduo. Levando-se em conta sua composição corporal e sua demanda metabólica.

Para a identificação da melhor estratégia alimentar para cada indivíduo, é necessária uma criteriosa avaliação de seus hábitos, estilo de vida e composição corporal.

Compartilhe: