Prefiro treinar sem personal! – Uma escolha que pode custar caro.

Você já foi a algum restaurante e não havia Chef? Já foi ao hospital e não quis ver o médico? Essas são as minhas respostas quando alguém me diz que prefere treinar sem personal. O educador físico não é um “fazedor de série”, como muitos insistem em pensar. Nem tão pouco é uma companhia para o treino. Ele está ali para adequar e modular o treino para o objetivo e o momento em que o aluno está treinando.

Por exemplo: se um paciente meu quer perder peso e eu desejo que ele realize treinos de exaustão, com ativação da via do cortisol/GH, porém sem que haja um acúmulo excessivo de ácido lático, será praticamente impossível para este paciente realizar seu treino alvo sem a presença do personal. Sem contar que é importante saber como o paciente dormiu, se alimentou e como está seu nível de cansaço no momento do treino, para que se possa retirar o máximo do mesmo. Espero que essa breve explicação ajude a frase “prefiro treinar sem personal” ser substituída por “que pena que não posso treinar com personal, pois é muito melhor”.

As 5 principais vantagens de SEMPRE treinar sob orientação:
  1. Menos chance de lesão durante o treino.
  2. Menor taxa de abandono da atividade quando se envolve um profissional.
  3. Periodização de treinos.
  4. Identificação adequada de grupamentos que mereçam atenção especial. Ou seja, treinar o que precisa e não treinar o que gosta.
  5. Identificação precoce de lesões e encaminhamento ao profissional adequado.
Compartilhe: